Validar
 
Home

Eventos

Nenhum evento

Newsletter






Celebrado acordo entre a ASSICOM e a APEMI Imprimir e-mail

Apresentação FIC 2008
Apresentação FIC 2008
O presidente da ASSICOM afastou ontem a palavra crise do sector da construção. Na conferência de imprensa de apresentação da FIC 2008, a realizar em Outubro próximo, Jaime Ramos disse mesmo que no primeiro semestre do ano houve um incremento no sector com o consumo de cimento a crescer na ordem dos dois pontos percentuais.

Traduzindo em números representa que no final do ano teremos entre 400 mil e 500 mil toneladas de cimento consumido na região autónoma, e ainda na atenuação do desemprego.
Para 2009, estima que a Madeira volte a números de 2003, com 600 mil toneladas de cimento anuais. Um valor que refere ser muito superior à média tida como padrão nos países desenvolvidos de uma tonelada por habitante.
Segundo o empresário, esta realidade é muito importante já que, como diz, o sector da construção absorve mais de 20 mil postos de trabalho na região, que acabam por se traduzir em mais de 80 pessoas no universo familiar.
Por isso mesmo, apontou que a próxima edição da FIC - Feira da Indústria, da Construção e do Imobiliário, a realizar de 8 a 12 de Outubro, já tem 174 dos 231 módulos contratados. Até Outubro conta ter a casa cheia, que sublinha não ser maior devido às limitações do Madeira Tecnopolo.
Aliás, frisa que desde que está à frente da direcção da Associação da Indústria e da Construção da Madeira, a promotora do certame, que volta a ter este ano como director Carlos Rodrigues, tem conhecido uma adesão crescente das empresas.
A nível do sector, reconhece que houve um reajustamento no mercado da construção, com o declínio das grandes obras públicas, uma boa parte colmatado com obras de privados em novos hotéis e no sector imobiliário. Imobiliário que, mercê do acordo celebrado entre a ASSICOM e a APEMI, surge como novidade na FIC a partir deste ano. Ou seja, além da tradicional indústria e construção, junta-se este sector do qual Jaime Ramos adiantou contar já com algumas empresas associadas.
Acerca da FIC 2008 voltou a vincar que se trata de uma feira feita por profissionais e para profissionais. Jaime Ramos considera importante que o sector tenha uma exposição completamente profissionalizada.
Quanto ao contéudo, sublinhou ser um certame de grande qualidade, à dimensão do mercado regional.
A próxima edição da FIC abre as portas às 17 horas do dia 8 e encerra às 18 horas do dia 12.
A entrada volta a ser gratuita.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Eventos

« < Julho 2018 > »
S Q Q Q S D D
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5
Gosta do novo Site da Assicom?